Advisibrasil

terça-feira, 19 de maio de 2015

Wadih Damous é homenageado na OAB antes da posse como deputado federal

Wadih: portas do gabinete abertas aos advogados
Brasília – A OAB Nacional, em sessão plenária nesta segunda-feira (18), prestou homenagens a Wadih Damous em sua última sessão como conselheiro federal pela OAB-RJ. Wadih foi eleito deputado federal pelo mesmo estado e toma posse como parlamentar na terça-feira (19), em sessão solene na Câmara. Em sua vaga assumirá como conselheiro Sérgio Fischer.

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, elogiou o trabalho do colega e frisou que “sua palavra e sua presença efetivarão no Congresso Nacional a participação popular, por meio da advocacia. Tenho absoluta certeza de que continuará no âmbito legislativo o destacado trabalho de sempre”. Marcus Vinicius lembrou que outros colegas da atual gestão também foram eleitos em seus estados: Margarete Coêlho, agora vice-governadora do Piauí; e Rodrigo Pacheco, deputado federal por Minas Gerais.

Marcelo Siqueira Castro, companheiro de Damous na bancada federal da seccional fluminense, lembrou que Wadih consolidou a força da advocacia no Rio de Janeiro. “Teremos um grande operador da advocacia e da democracia no seio do Congresso Nacional. Lutamos pelo esclarecimento dos fatos ocorridos nos porões da ditadura brasileira, postura que virou marca dele à frente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem. Presidiu a OAB-RJ por duas vezes, tendo concorrido em quatro eleições, fato que revela sua postura competitiva e vencedora”, lembrou.

Cláudio de Souza, secretário-geral da OAB e também conselheiro pela seccional do Rio de Janeiro, resumiu a trajetória de Wadih Damous como um exemplo de combatividade e de luta intransigente pela defesa dos direitos dos advogados.

Em nome dos demais conselheiros federais, Everaldo Patriota, da OAB-AL, disse que a atual crise global dos direitos humanos enaltece a vitória pessoal de um defensor do tema. “É preciso que sua voz ecoe naquele Congresso, onde as duas Casas querem adotar medidas como reduzir maioridade penal, punir quaisquer atos com pena de restrição de liberdade e por aí vai. Sei que sua presença enobrecerá e levará luz à política brasileira”, pregou Patriota.

Por fim, o homenageado agradeceu as honras e lembrou que estará deputado, mas será sempre advogado. “O meu gabinete será uma extensão da Casa da Advocacia, não tenham a menor dúvida. Agradeço imensamente à OAB pela trajetória que me permitiu viver na representação do advogado brasileiro, brigando e empunhando bandeiras na luta pelos direitos humanos”, concluiu Damous.

TRAJETÓRIA

Wadih Damous, 59 anos, é graduado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) desde 1980 e mestre em Direito Constitucional pela PUC-RJ. Durante os tempos de faculdade – onde frequentou a mesma sala de aula com Luis Roberto Barroso, hoje ministro do STF - foi presidente do Centro Acadêmico da Faculdade de Direito e do Diretório Central dos Estudantes. É autor, juntamente com o atual governador do Maranhão – na época juiz federal em Brasília – Flávio Dino do livro Medidas provisórias no Brasil: Origem, evolução e novo regime constitucional, da Editora Lumen Juris. Antes de assumir a chefia da OAB-RJ por dois mandatos consecutivos, foi presidente do Sindicato dos Advogados no estado.

Fonte: OAB - Conselho Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário