Advisibrasil

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Diretores da OAB-PA prestigiam abertura do I Seminário Nacional de Direito de Defesa

O presidente da Ordem no Pará, Alberto Campos, o vice-presidente, Jade Kahwage, e o secretário-geral, Eduardo Imbiriba, estiveram no auditório da Faculdade DeVry Faci, hoje pela manhã, e acompanharam a cerimônia de abertura do evento realizado pelo Instituto Paraense do Direito de Defesa.

Em seu discurso, o presidente Alberto Campos destacou a parceria estabelecida entre OAB-PA e IPDD nas ações institucionais e classificou a iniciativa de promover o seminário como de “suma importância” em razão do momento tortuoso vivenciado pelo país, principalmente por decisões da Suprema Corte que agridem a advocacia criminal.

Ao parabenizar o IPDD, Campos afirmou que nada melhor que evento dessa natureza para discutir o Processo Penal, o Direito Penal e advocacia criminal. “Eu realmente espero que todos saiam daqui com a percepção de que precisamos pressionar as autoridades do poder judiciário brasileiro para não involuirmos na garantia dos direitos fundamentais que os cidadãos adquiriram na Constituição de 1988”.

Presidente do pelo Instituto Paraense do Direito de Defesa e conselheira seccional da OAB-PA, Bruna Koury agradeceu aos apoiadores pela colaboração na realização do sonho de promover o I Seminário Nacional de Direito de Defesa e anunciou a entrega da maior honraria concedida pelo IPPD, a Comenda Antônia Maria de Freitas Leite, outorgada ao jurista Ney Siqueira Mendes, que completa 35 anos de advocacia criminal.

O primeiro palestrante do evento foi o conceituado advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro (Kakay). Além dos três diretores, estiveram presentes na solenidade o conselheiro seccional e presidente da Comissão de Defesa de Direitos e Prerrogativas da OAB-PA, André Tocantins, o presidente da Comissão de Segurança Pública, Rodrigo Godinho, o presidente da Comissão de Advogados em Início de Carreira, Afonso Furtado, e os conselheiros seccionais André Serrão, Ana Ialis Baretta e Ivone Leitão.

Fonte: OAB PARÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário