Advisibrasil

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

OAB-PA vence categoria da etapa paraense do Prêmio IEL de Estágio


Entregue em cerimônia realizada hoje à noite, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Pará, a premiação foi recebida pelo secretário-geral da instituição, Eduardo Imbiriba. A seccional paraense conquistou o prêmio na categoria empresa de "Médio Porte".

Imbiriba classificou a conquista como honrosa e salientou que o incentivo à formação de profissionais é uma das principais políticas praticadas pela instituição. "O trabalho dos estagiários é importante para o cotidiano da Ordem. Nós sempre disponibilizamos oportunidade com o objetivo de preparar novos profissionais para o futuro".

Na mesma categoria, a OAB-PA ainda concorrerá na etapa nacional do Prêmio IEL de Estágio, cujo vencedor deverá ser anunciado no final do mês de outubro deste ano. Chefe do Setor de Recursos Humanos da OAB-PA, Sherllen Moreira recebeu reconhecimento por ter participado da Comissão Julgadora do Prêmio. 

Atualmente, a OAB-PA conta com 19 estagiários: 8 na sede da seccional e 11nas subseções do interior. Entre 2015 e 2016, efetivou mais de 5 estagiários. Em dezembro de 2015, os estagiários receberam bônus de natal no valor R$100,00. Eles participam das confraternizações, treinamentos e ginástica laboral.

O Prêmio IEL (Instituto Euvaldo Loudi) de Estágio é uma iniciativa do IEL Nacional, realizada anualmente para identificar e divulgar as melhores práticas de estágio desenvolvidas no Brasil, estimulando novos profissionais que se destacam no mercado e a consequente geração de negócios.

Foi criado em 2007 e visa incentivar as empresas a buscarem excelência em seus programas de estágio. A ação parte do entendimento de que preparar estudantes de maneira complementar ao ensino é uma forma altamente eficaz de atrair e reter bons profissionais em uma fase inicial do seu desenvolvimento profissional, além de ter também uma amplitude social.

Em 2015, o IEL ampliou seus objetivos e, como resultado da preocupação em valorizar e reconhecer a atuação de todos os agentes envolvidos no processo realizou adequações e atualizações no escopo da premiação, além de revisar a metodologia empregada, garantindo a eficiência dos procedimentos e a transparência quanto aos critérios estabelecidos, além da padronização dos requisitos de avaliação entre os núcleos regionais e nacionais.

Além disso, o Prêmio IEL busca proporcionar ao estagiário um currículo profissional competitivo e estimular seu espírito empreendedor, pensamento inovador e a prática de responsabilidade social na empresa em que atua.

Podem participar do processo: Empresas legalmente constituídas e profissionais liberais inscritos nos conselhos de fiscalização de suas profissões, com programas de estágio em vigor intermediados pelo IEL, núcleo regional do estado da candidatura comprovados por meio do contrato vigente; Estudantes regularmente matriculados e frequentando as aulas dos cursos da educação profissional de nível técnico ou educação superior que possuam Termo de Compromisso de Estágio (TCE) firmado com o Sistema IEL em vigência; Instituições de ensino público ou privado que ministrem cursos de educação profissional e/ou educação superior devidamente reconhecidas pelo MEC, e que possuam convênio de concessão de estágio firmado com o Sistema IEL e alunos incluídos em programas de estágio intermediados pelo IEL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário