Advisibrasil

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Colégio de Presidentes de Seccionais apóia Paulo Campelo no Amapá

Brasília – Um fato lamentável ocorreu nesta sexta-feira (1º), durante a posse administrativa do candidato eleito para a presidência da seccional do Amapá, Paulo Campelo.

Durante a solenidade de posse, integrantes da chapa derrotada, em postura incompatível com o que se espera de dirigentes de Ordem, invadiu a sede da Seccional da OAB-AP, encenando um simulacro de posse, em nítido desrespeito à vontade dos advogados do Estado e em manifesta afronta a decisão da OAB Nacional, que reconheceu a legalidade da vitória da chapa encabeçada pelo presidente reeleito, Paulo Campelo.

Conforme o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, “as eleições democráticas da OAB devem ser respeitadas”.

“O respeito à vontade das urnas é fundamental para a prevalência da democracia interna na OAB.

A solidariedade a seccional do Amapá e ao presidente reeleito Paulo Campelo vem acompanhada da moção do Colégio de Presidentes de Seccionais, no sentido de que o resultado das eleições e as decisões da entidade sejam respeitadas”, ressaltou Marcus Vinicius.

O presidente ressaltou que o fato ocorrido na Seccional da OAB do Amapá, em que a chapa derrotada nas eleições de 2015, supostamente tomou posse, não possui amparo legal não se afigura democrático.

“Apenas uma chapa deve tomar posse na seccional.  As instâncias da OAB definiram que a chapa mais votada deve ser a empossada”, finalizou o presidente nacional.

Fonte: OAB - Conselho Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário