Advisibrasil

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Rejeição social ao financiamento privado não é de hoje, diz OAB


Brasília – Pesquisa encomendada pelo Conselho Federal da OAB ao Instituto Datafolha e realizada em junho de 2015 mostrou que 74% dos entrevistados – em uma amostra de 2.125 pessoas – são contrários ao financiamento empresarial de partidos e políticos. Entretanto, levantamentos anteriores revelam que a ideia é rejeitada pela população há mais tempo.

O posicionamento da OAB é de que o financiamento cidadão, com eleitores financiando seus candidatos, se configura no melhor caminho para a democracia. A Ordem também é autora de uma ação no STF onde questiona a constitucionalidade do financiamento privado. A ação foi apresentada ao Supremo em 2011.

Em pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência em julho de 2013, 78% dos cidadãos consultados afirmaram ser contrários à permissão da doação de dinheiro a partidos e candidatos a cargos políticos. Na mesma pesquisa, constatou-se que 90% da população defende penas mais rigorosas à prática de caixa 2 com os gastos de campanhas eleitorais.

Outro levantamento mais recente, realizado em junho de 2014 pelo Instituto Datafolha, trouxe 71% dos entrevistados como contrários às doações de empresas para candidatos. Além disso, 88% da amostra apontou o desejo de ter eleições mais limpas no Brasil como prioridade. (DG)


Fonte: OAB - Conselho FEderal

Nenhum comentário:

Postar um comentário