Advisibrasil

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

OAB homenageia Arnoldo Wald com a Medalha Sobral Pinto

 “Esta medalha foi pensada como símbolo e reconhecimento
 ao trabalho de grandes homens públicos"
(Foto: Eugenio Novaes - CFOAB)

Brasília – O Conselho Pleno da OAB Nacional, reunido nesta terça-feira (1º) em Brasília, outorgou ao jurista Arnoldo Wald a Medalha Sobral Pinto, comenda que destaca notórias trajetórias jurídicas em favor da defesa das liberdades democráticas. Wald foi um dos advogados mais atuantes nos principais tribunais do país.

“Além dos nossos honrosos detentores da Medalha Rui Barbosa, outorgamos uma vez por ano a Medalha Sobral Pinto a um advogado que atue em notória defesa dos valores primados pela Ordem no âmbito dos direitos humanos, dos direitos sociais e do Estado Democrático de Direito. Por deliberação da diretoria, nossa homenagem vai para o primeiro advogado a impetrar habeas corpus no Superior Tribunal Militar nos anos de chumbo: Arnoldo Wald”, apontou o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

Marcus Vinicius destacou que a história da OAB é emblemática por sua atuação e que a entidade permanece firme no zelo de suas missões. “Esta medalha foi pensada como símbolo e reconhecimento ao trabalho de grandes homens públicos em defesa das liberdades democráticas. Depois do mestre Bernardo Cabral, é a vez de outro jurista ícone receber nossas honras”, parabenizou.

Ele lembrou que a contribuição de Wald para os métodos extrajudiciais de resolução de conflitos no Brasil é pioneira. “Lecionou em quatro universidades simultaneamente, casando suas paixões pela advocacia e pelo magistério. É uma honra poder dizer que uma de minhas obras foi prefaciada por este mestre e amigo. Faz parte, com protagonismo, da história brilhante da Faculdade Casa do Catete. A caminhada de Wald mostra que nossa profissão é capaz de produzir gênios em favor de uma sociedade mais justa, fraterna e igualitária”, disse.

RECONHECIMENTO

Arnoldo Wald se disse emocionado por ter reconhecida a utilidade de seus estudos e ensinamentos. “Liberdade é o que a Ordem tem defendido com ardor e sem trégua, mais imensamente nos momentos de crise, com coragem, equilíbrio e serenidade. Militei no ambiente forense por mais de 60 anos, sempre com ética. Os direitos humanos sempre estiveram nas minhas prioridades, e deles exerci defesa com ousadia construtiva”.

Ele lembrou, orgulhoso, a trajetória de sua atuação. “De Manaus a Porto Alegre nossa voz foi ouvida, porque o trabalho foi incessante. Tenho uma alegria tão especial em receber na nossa casa, com tantas presenças ilustres, dentre as quais meus queridos filhos, a Medalha Sobral Pinto. Aliás, este nome remete à pregação cívica em favor das liberdades, o que mais ainda me dignifica ao abraçar esta homenagem”, disse.

“Sobral Pinto defendeu irrestritamente o livre exercício de nossa profissão, inclusive exigindo dos magistrados o nosso acesso sem barreiras aos gabinetes deles, que, homens públicos, não deveriam jamais se negar a receber o advogado que reportava os interesses do cidadão. Sobral entendeu que as liberdades democráticas abrangiam também os segmentos social e econômico”, agradeceu Wald.

O presidente da OAB-SP, Marcos da Costa, parabenizou Wald em nome das seccionais. “Professor, receba o abraço dos 350 mil advogados do estado de São Paulo e dos 900 mil Brasil afora, que muito o admiram e lhe veem como líder natural”, encerrou.



Fonte: OAB - Conselho Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário