Advisibrasil

quinta-feira, 2 de março de 2017

#DESVIODEFUNÇÃOUMSÓRECADOBASTA


Para cada atribuição do trabalhador deve haver uma contraprestação correspondente e tanto as atividades como o salário devem constar no contrato de trabalho.
Assim, as atribuições do empregado e seu salário devem estar de acordo com o cargo para o qual foi contratado. Portanto, se lhe forem designadas atividades distintas, que exijam outra qualificação técnica, estará caracterizado o desvio de função.

Se o empregador exigir atividade que não esteja especificada no contrato de trabalho, mas for relacionada, por sua natureza, ao cargo por ele ocupado, não caracteriza como desvio de função. O dever de provar o desvio de função ou acúmulo de função é do empregado.
Para saber mais acesse a Consolidação de Leis Trabalhistas: http://bit.ly/leistrabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário