Advisibrasil

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Marco Aurélio Mello é homenageado na OAB pelos 25 anos de judicatura

 Diretoria da OAB Nacional prestou homenagem ao ministro Marco Aurélio Mello
(Foto: Eugenio Novaes - CFOAB)
Brasília – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello foi homenageado pela OAB Nacional em jantar realizado nesta segunda-feira (19), em alusão ao seu Jubileu de Prata – 25 anos – ocupando a cadeira de magistrado na mais alta corte brasileira. 

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, narrou brevemente a trajetória de Marco Aurélio no Direito, destacando votos memoráveis e emblemáticos proferidos nas mais de duas décadas de judicatura. Ressaltou, ainda, que é motivo de orgulho para a advocacia o fato de o ministro ser oriundo do Quinto Constitucional na Justiça do Trabalho, referindo-se ao ingresso de Mello no TST antes de ir para o Supremo.

“É costumeiro ouvirmos elogios Brasil afora sobre o ministro Marco Aurélio, que é um paradigma quando o assunto é atuação judicante assertiva e exemplar. É um verdadeiro defensor do Estado Democrático de Direito, um guardião da Constituição da República. Contribui, enquanto oriundo do Quinto, para que nossa Justiça seja cada vez mais plural, digna, altiva e respeitada”, disse Marcus Vinicius, entregando ao ministro uma placa de reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao Judiciário e à Nação.

Em seguida, o presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Técio Lins e Silva, completou a homenagem dizendo que “Marco Aurélio é um ministro que ouve com atenção o advogado, olhando nos olhos, com respeito, mostrando assim total respeito para uma classe que o ama exatamente por ser ele alguém como nós: fala o que pensa em prol da moral”.

Por fim, falou o homenageado. “Agradeço as cores vivas do coração quando se referem ao meu exercício do ofício judicante. Me considero entre iguais na OAB, posto que a advocacia é uma paixão profissional gritante em mim. Jamais me imaginei juiz, muito menos do STF. Em quadra como a presente, é indispensável guardar princípios e parâmetros, bem como valores. É uma quadra da história onde verificamos que se claudica e muito na administração pública na arte de proceder. As instituições estão funcionando, é um período alvissareiro, mas não nos furtemos de buscar por dias melhores para esta sofrida República. Fico imensamente feliz com a homenagens de vocês, advogados, os artífices desbravadores do Direito”, agradeceu. (DG)

Fonte: OAB - Conselho Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário