Advisibrasil

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Reunião Pública da Comissão Eleitoral da OAB/PA resulta em várias impugnações


Foram colocados em pauta 29 processos referentes às impugnações e 18 de registros de chapas. Ao todo, 31 candidatos de 11 chapas que concorrem às subseções do interior e à seccional foram impugnados. Após a publicação das decisões, as chapas devem indicar outros nomes em até cinco dias.
Os membros da Comissão Eleitoral julgaram procedente a impugnação de Edilson Silva, candidato à presidência da OAB/PA pela chapa “Unidos Pela Ordem”. O relator entendeu pela irregularidade quanto à inscrição do advogado, que é auditor aposentado do Tribunal de Contas do Estado e não comprovou cinco anos de exercício da advocacia.
A Comissão ainda julgou procedente a inelegibilidade dos candidatos Evaldo Pinto (Unidos pela Ordem) e Braz Mello (OAB Sempre Mais por Você) por livre nomeação e exoneração à época dos registros de suas respectivas chapas.
O requerimento da chapa “Mantendo a Ordem”, da subseção de Santa Izabel do Pará, foi indeferido pela Comissão Eleitoral. Todos os pedidos de registro julgados na reunião de hoje eram de chapas que não foram alvo de processos de impugnação.
A Comissão Eleitoral da OAB/PA é composta por Daniel Júnior (presidente), e os membros Alessandro Oliveira, Bruno Freitas, Graco Ivo e Orlando Barata Mileo Júnior. A eleição será no próximo dia 17 de novembro.

Fonte: OAB - PARÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário