Advisibrasil

segunda-feira, 23 de março de 2015

HISTÓRICA TOMADA DE COMPROMISSO DE 31 NOVOS ADVOGADOS

Notícias da OAB Subseção de Santarém

A Seccional do Pará e a Subseção de Santarém realizaram sessão solene, na última quinta (12), para a tomada de compromisso e entrega das credenciais profissionais de 31 (trinta e um) novos Advogadas e Advogados que atuarão no Oeste do Pará. Abrindo a solenidade, o vice-presidente da OAB Pará, Alberto Campos, saudou os novos Advogados, desejou-lhes sucesso profissional, ressaltando que mesmo que optem por outras profissões jurídicas um dia voltarão à advocacia. É na “OAB que vocês iniciam a caminhada e, após exercerem outras atividades é para a OAB que voltarão, é para a Ordem que vocês pedirão suas inscrições para poderem advogar”. Antes da tomada de compromisso, Alberto Campos e Ubirajara Bentes Filho assinaram portarias conjuntas nomeando os novos integrantes das Comissões do Meio Ambiente, de Defesa do Consumidor e de reestruturação da Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente, tomando o compromisso de seus integrantes. Em seguida, iniciaram a solenidade de juramento que foi marcada por muita emoção, tendo a bacharela Daniela dos Santos Mendes prestado compromisso em nome de todos os compromissandos e Yuri Lisboa Cardoso falado pelos novos Advogados. Além das carteiras e dos Certificados de aprovação no Exame de Ordem, receberam agendas, adesivos de carro, de uma edição do EAOB e de um exemplar do Código Tributário do Município de Santarém.

O secretário-geral da OAB/PA, Jáder Kawhage David, falou sobre a importância do Exame de Ordem e da Educação Jurídica, das Instituições de Ensino e da Campanha de Reforma Política que o Conselho Federal da OAB, a CNBB e outras entidades civis estão promovendo em todo o Brasil. Osvaldo Coelho, presidente da CAA/PA, falou das atividades da Caixa de Assistência e dos serviços de qualidade que oferece a todos os Advogados e Advogadas paraenses.

O presidente da Ubirajara Bentes Filho fez prestação de contas de sua gestão, especialmente no que tange à defesa das prerrogativas profissionais imediata, do cuidado com a educação jurídica e à defesa da sociedade. Emocionado diante dos novos Advogados e Advogadas, praticamente todos ex-alunos, afirmou que “a solenidade era a maior em toda a história dos 35 anos da subseção de Santarém e que aquele momento era a realização de um sonho, pois acompanhou-os desde os primeiros passos na academia, no curso de Direito, e naquele momento entregava-lhes as carteiras para que dessem os primeiros passos na carreira de Advogado”. Diante de mais de 160 pessoas, dentre os quais aproximadamente 90 Advogados, presentes no “auditório Dr. Armando Cavalcanti”, na sede da Ordem santarena, Ubirajara afirmou que “a OAB está trabalhando para oferecer serviço de qualidade aos Advogados com a chegada iminente do Processo Judicial Eletrônico e que ofertará, conjuntamente com o TRT8, cursos de processo judicial eletrônico para os Advogados de toda região e que no inicio de abril começam os serviços de certificação digital na sede da Subseção. Finalizando, agradeceu a presença de Alberto Campos e de Jader Kawhage, reafirmando que todos os trabalhos feitos em prol dos Advogados tem sido possível pelo trabalho harmonioso com a seccional do Pará e que esperava vê-los no comando da OAB/PA brevemente.

O vice-presidente da OAB/PA, Aberto Antônio Campos, ao encerrar a sessão de tomada de compromisso, citou as disposições do § 2º do art. 31 do Estatuto da Advocacia e da Ordem dos Advogados do Brasil que, para ele, é a mais importante do Estatuto da OAB, “quando se faz a defesa do livre exercício da profissão, não se está pensando apenas no indivíduo que desempenha a função; no seu biótipo ou temperamento; o que importa é o respeito que deve haver para com o trabalho do advogado, pois ele está propugnando por interesses de terceiros que possuem o indeclinável direito de defesa. “Nenhum receio de desagradar o magistrado ou a qualquer autoridade, nem de incorrer em impopularidade, deve deter o advogado no exercício da profissão”. Este é um dos deveres, que se encontra estampado no § 2º do Art. 31, do Estatuto da Advocacia (Lei nº 8.906/94) que regula a profissão e que deve ser cumprido por todos, independentes do cargo ou função que desempenhe.”

Por: Ubirajara Bentes De Souza Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário