Advisibrasil

terça-feira, 24 de março de 2015

I Conferência Nacional do Jovem Advogado é encerrada em Porto Seguro

 Mesa de encerramento da I Conferência Nacional do Jovem Advogado
(Foto: Eugenio Novaes - CFOAB) 

Porto Seguro (BA) – Foi encerrada na noite desta sexta-feira (20) a I Conferência Nacional do Jovem Advogado. Durante dois dias, debateu-se em Porto Seguro, litoral da Bahia, as perspectivas e os desafios dos profissionais com até cinco anos de inscrição na OAB. Entre os temas tratados estão prerrogativas, ética, PJe, direitos humanos e reforma política.

Representando o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, o diretor-tesoureiro, Antonio Oneildo Ferreira, afirmou que a valorização do advogado iniciante e um olhar especial sobre esses profissionais é uma marca da atual gestão do Conselho Federal, que editou provimento que criou o Plano Nacional de Apoio ao Advogado em Início de Carreira. “O documento é u marco no âmbito do sistema OAB e de novas realidades, incumbindo a advocacia a ser protagonista desses novos espaços e novas políticas”, afirmou.

Leia mais:
Oneildo também conclamou os advogados e advogadas em início de carreira a abraçarem esse novo momento, aproveitando as oportunidades que surgem dentro do Sistema OAB, como, por exemplo, a realização da I Conferência Nacional do Jovem Advogado. “O fortalecimento conceitual das nossas prerrogativas e do sistema OAB são importantes para que outros segmentos da comunidade jurídica percebam a dimensão da advocacia, seu protagonismo. Essa percepção e esse respeito só se darão com nosso protagonismo. É uma responsabilidade e um chamamento aos advogados jovens. É necessário mais envolvimento e mais protagonismo”, disse.

Luiz Viana Queiroz, presidente da OAB da Bahia, agradeceu a realização da Conferência no Estado cantarolando a “Oração de Mãe Menininha”. Também falou sobre as lutas que a OAB empreende. “Um homem pode estar ao lado da mulher sem querer protagonizar a luta delas. Um branco pode estar ao lado de negros na jornada por sua emancipação. Um homem heterossexual pode estar ao lado daqueles com orientação sexual diferente da sua na luta deles”, afirmou.

O presidente da subseção de Porto Seguro, José Arruda, disse ter sido um privilégio para a cidade sediar a primeira edição da Conferência Nacional do Jovem Advogado. “O saldo é muito positivo e só nos cabe agradecer ao Conselho Federal da OAB. Jovens advogados, vocês não representam o futuro da advocacia, são o presente”, encerrou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário