Advisibrasil

quarta-feira, 18 de março de 2015

OAB apresenta Plano de Combate à Corrupção à CGU

Dirigentes da OAB e da CGU se reuniram 
Brasília – O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, acompanhado dos presidentes de algumas Seccionais da Ordem, foi recebido nesta terça-feira (17) pelo controlador-geral da União, ministro Valdir Simões. Em pauta, a apresentação do Plano Nacional de Combate à Corrupção elaborado pela OAB.

Marcus Vinicius apontou, mais uma vez, os prejuízos advindos de práticas ilícitas envolvendo o dinheiro público. “A corrupção suga recursos essenciais que deveriam ser investidos no bem-estar social, quer seja na educação, na saúde, na segurança pública, no transporte. A OAB, no intuito de dar vazão institucional às demandas da sociedade, propõe um conjunto de medidas para estancar essas chagas que tantos malefícios trazem à nação”.

Leia mais:
O ministro Valdir Simões parabenizou a OAB pela iniciativa. “Uma série de medidas republicanas nos foi trazida e a CGU, enquanto agência oficial de combate à corrupção no âmbito do controle interno do Governo Federal, recebe de bom grado as valiosas sugestões. A OAB pode sim ser indutora de um importante modelo de transparência, acompanhando a aplicação de recursos públicos junto à sociedade”, avaliou o controlador-geral da União.

SECCIONAIS

O presidente da OAB-PI, Willian Guimarães, esteve na comitiva da OAB. “A CGU é um órgão importantíssimo no combate à corrupção, com um histórico de excelentes serviços prestados. Entre as propostas da OAB, está a da instituição de mandatos tanto para a Controladoria da União quanto para estados e municípios”, apontou.

Jarbas Vasconcelos, presidente da seccional paraense, classificou como fundamental o conjunto de propostas que a OAB tem apresentado aos gestores. “A OAB realiza hoje uma importante missão a fim de contribuir com a estabilidade do País em todos os sentidos. Todas as esferas da administração públicas serão contempladas com as medidas que a Ordem sugere visando à melhoria institucional, jurídica e legislativa como um todo”, resumiu Jarbas.

Em nome da OAB-CE, o presidente Valdetário Monteiro frisou que o trabalho conjunto deve render bons frutos. “Combater a corrupção é missão de todos nós, este é um momento de reforço, com a adoção de medidas que reafirmem a boa administração pública como basilar ao nosso País”.

Enil Henrique, presidente da OAB-GO, ressaltou a sintonia que as Seccionais têm tido com a OAB Nacional, de modo “a lutar por um fim comum que é a extinção definitiva dessas mazelas que assolam a vida pública no Brasil, frente ao clamor da população brasileira”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário