Advisibrasil

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

José Afonso da Silva: Novo livro de Direito Constitucional


Brasília – O Conselho Federal da OAB, na sessão plenária de dezembro, promoveu homenagem ao jurista José Afonso da Silva, por seus 25 anos de dedicação e atuação nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil. Na ocasião, que marcou o Encerramento do Ano Jurídico da Advocacia, foi lançado um livro que leva o nome de José Afonso e narra sua história na entidade.

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, abriu as homenagens. “O livro sintetiza 25 anos de dedicação à OAB pelo professor José Afonso da Silva. É uma obra histórica do nosso medalha Rui Barbosa, que permanece contribuindo de maneira brilhante na nossa Comissão de Estudos Constitucionais. O livro externa nosso reconhecimento e agradecimento a um dos mais brilhantes juristas que nos brinda com vossa presença”, disse o presidente. 

O jurista Walmir Pontes Filho, contemporâneo de José Afonso na Ordem, fez a entrega de um diploma de membro honorário vitalício da Comissão de Estudos Constitucionais ao colega, acompanhado de Marcus Vinicius. “Não sou afeito a honrarias, prefiro minha pequenez humana, intelectual e espiritual. Mas em se tratando de José Afonso da silva, não podia me furtar a me aventurar com palavras. De origem, filho de lavrador, Afonso afirma que os livros vieram lhe dar a confirmação do que já havia aprendido na vida. Exímio alfaiate, hoje tece caminhos únicos no direito, antes com a tesoura, hoje com a caneta nas mãos. Professor, receba deste Conselho nosso reconhecimento. Tu sempre serás nosso mestre e orientador”, disse Walmir.

Em suas palavras de agradecimento, José Afonso da Silva se disse lisonjeado. “Sob tanta emoção é difícil coordenar as palavras. Eu nunca dei nada a OAB, foi ela quem me deu tudo. Eu é que a ela devo tudo o que sou. Quando vim para a Comissão, tive a oportunidade de me aprofundar ainda mais nos estudos. Foi para mim oportunidade de aprendizado e desenvolvimento intelectual, por isso a ela devo muito de minha formação jurídica. Vejam como a vida proporciona a nós momentos e surpresas que nos elevam muito além dos merecimentos. Foi na simplicidade de minha criação que aprendi os princípios fundamentais da minha vida, quem dera pudéssemos viver naquela minha simplicidade para sempre”, disse, emocionado. Ao fim, declamou o poema “O Moço”, de Moacyr José Sacramento.

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, encerrou a homenagem. “Percebam o quanto para nós é enriquecedor ouvir um depoimento destes. Vale por um milhão de atos, decisões e julgamentos. Somos todos privilegiados por ouvir o que acabamos de testemunhar nas palavras de José Afonso da Silva”, completou.


Fonte: Notícias OAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário