Advisibrasil

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Nota de pesar: falece Manoel Bonfim, ex-conselheiro e diretor da ENA

Brasília – A OAB Nacional manifesta seu luto e pesar pela morte do advogado Manoel Bonfim Furtado Correia, ocorrida nesta quarta-feira (25), em Tocantins. Profissional exemplar e engajado com a advocacia, atuou por três mandatos como conselheiro federal da OAB e como diretor-geral da Escola Nacional de Advocacia.  A advocacia brasileira, neste momento de dor e consternação, solidariza-se aos seus familiares e amigos enlutados.

“É com imensa tristeza que comunico o falecimento do ex-conselheiro federal e ex-diretor da ENA”, afirmou o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho. “A advocacia tocantinense e brasileira sofrem uma imensa perda. O colega prestou valorosa contribuição para a Ordem.”

Leia mais:
  1. Presidente da Subseção de Santarém visita todas as salas da Comarca de Santarém
  2. Visita do Dr. Ubirajara Bentes e Ítalo Melo aos advogados da Cidade de Alenquer.
  3. 1° Reunião de Trabalho da OAB Santarém com Juízes do TJPA

"Tratava-se de um dos colegas mais gentis e prestativos. Nunca ouvi do Dr. Manoel uma palavra que não fosse de amizade e incentivo. Certamente hoje é um dia de luto verdadeiro, não só para os familiares, mas também para seus alunos e colegas de trabalho.Perdemos um bom homem, um querido colega, um lutador", disse.

Professor Bonfim, como era conhecido, teve atuação destacada na OAB Nacional, participando de comissões diversas, como Defesa e Aprimoramento do Poder Judiciário, Direito Eleitoral e Reforma Política e Elaboração do Selo OAB. Entre 2010 e 2012, foi diretor-geral da ENA. Na Seccional de Tocantins, atuou como secretário-geral entre 2001 e 2003.

Manoel faleceu em um acidente de carro na tarde desta quarta-feira (25), próximo ao município de Gurupi (TO). O corpo do advogado será velado até às 7h desta quinta-feira (26) na Subseção de Gurupi da OAB/TO e sepultado em Goiânia onde reside a família.

Fonte: OAB-Conselho Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário