Advisibrasil

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

OAB cobra investigação célere sobre atentado contra secretário de SE

Brasília – A OAB Nacional cobrou investigação célere e efetiva do ataque sofrido pelo secretário-geral da Ordem em Sergipe, Sérgio Aragão, que levou um tiro na noite de segunda-feira (9), em Aracaju. O advogado foi alvejado na cabeça após sair de um evento na Escola Superior de Advocacia. Após ser socorrido, Sérgio passou por cirurgia e se recupera no hospital.

Segundo o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, é urgente esclarecer se o ataque foi uma tentativa de homicídio e a sua motivação. “A violência perpetrada contra uma liderança da Entidade atinge a cada advogado do nosso país, que é o profissional garantidor do Estado Democrático de Direito. Exigimos que as autoridades competentes esclareçam o quanto antes esse bárbaro crime e que os responsáveis sejam levados à Justiça”, afirmou.

Leia mais:
O presidente da Seccional Sergipe da Ordem dos Advogados do Brasil, Carlos Augusto Monteiro, se reuniu nesta terça-feira (10) com o secretário de Segurança Pública, Mendonça Prado, para solicitar empenho nas investigações da tentativa de assassinato ao secretário-geral da OAB-SE, Sérgio Aragão. O presidente garantiu que as investigações do caso já estão em fase avançada.

Segundo informações, dois homens em um ciclomotor se aproximaram do carro de Sérgio Aragão, do lado do passageiro, onde o advogado se encontrava, e um deles disparou um tiro que atingiu a cabeça do secretário. Consciente a todo o momento, foi encaminhando à UTI do Hospital Primavera e será observado por 24 horas. Para os médicos, ele não corre risco de vida e poderá sair da UTI ainda nesta terça-feira (10).

Com informações da OAB-SE


Fonte: OAB-SE

Nenhum comentário:

Postar um comentário