Advisibrasil

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

OAB defende prerrogativa dos advogados em audiência no MJ

Brasília - O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, acompanhado de presidentes de seccionais, reúne-se na manhã desta quarta-feira (25), com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Para a  OAB, o advogado possui o direito de ser recebido em audiência por todas as autoridades.  Isso porque o estatuto da advocacia,  que é uma lei federal, garante o direito de o advogado reclamar verbalmente ou por escrito para autoridades contra ofensas a direitos de seus clientes.

Leia mais:
  1. Presidente da Subseção de Santarém visita todas as salas da Comarca de Santarém
  2. Visita do Dr. Ubirajara Bentes e Ítalo Melo aos advogados da Cidade de Alenquer.
  3. 1° Reunião de Trabalho da OAB Santarém com Juízes do TJPA

"Todos que atuam no processo judicial devem ter liberdade e independência para desempenhar as suas funções.  Assim, advogado, magistrados  e membros do ministério público,  são igualmente importantes e essenciais a um processo justo", essa é a defesa que o presidente nacional da OAB,  acompanhado dos presidentes de seccionais da entidade,  fará hoje as 11 horas em audiência com o ministro da justiça José Eduardo Cardoso.

O presidente nacional da OAB asseverou que a entidade não é comentarista de casos, sendo defensora de causas. "Estamos defendendo a causa da advocacia, que é a prerrogativa do advogado ser recebido em audiência. Queremos, com a mesma intensidade,  que aos juízes e procuradores também sejam asseguradas suas prerrogativas de independência e imparcialidade. Um não exclui o outro, na verdade um é complementar do outro. Para se ter justiça, juízes, procuradores e advogados devem ser respeitados e terem asseguradas as suas garantias," conclui o presidente nacional da OAB.

Fonte: OAB-Conselho Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário