Advisibrasil

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

OAB REINAUGURA CASARÃO HISTÓRICO

Em cerimônia realizada na noite de quarta (16), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA) reinaugurou o seu prédio-sede, o histórico e centenário “Casarão da Trindade”, no centro de Belém. A cerimônia teve início às 19h, com a presença de autoridades estaduais, como o governador Simão Jatene, o prefeito de Belém Zenaldo Coutinho, o deputado Márcio Miranda, presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), os desembargadores Milton Nobre (ex-presidente da Ordem e decano do Tribunal), Luiz Gonzaga Neto e Luzia Nadja Nascimento, do presidente da Subseção de Santarém, Ubirajara Bentes Filho, além de representantes dos tribunais de Contas dos Municípios e do Estado, das Forças Armadas, diretores da Ordem, muitos advogados e representantes da sociedade civil.

O descerramento da placa inaugural foi o primeiro ato da cerimônia, seguido de visita das autoridades e demais convidados às dependências reformadas do prédio, inclusive ao Salão de Sessões “Aldebaro Klautau”. O presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos, comandou a cerimônia e conduziu os convidados pelo interior do prédio.Em seguida, todos foram à Praça Barão do Rio Branco, em frente ao histórico prédio, para o evento de gala da cerimônia: o concerto da Orquestra Sinfônica Jovem Vale Música, sob o comando do maestro Miguel Campos Neto. Eles executaram um repertório de oito peças eruditas, mesclando compositores nacionais, como Villa Lobos e Carlos Gomes, e estrangeiros, como Beethoven e Johann Strauss. A responsabilidade artística da programação foi de Gilberto Chaves, diretor geral do Theatro da Paz. Ao final de cada peça, aplausos entusiasmados dos presentes, cerca de 600 pessoas que se acomodaram em cadeiras dispostas em frente ao palco.

O Casarão – O prédio-sede da OAB-PA é centenário, construído na segunda metade do século XIX, ainda que não se saiba com segurança o ano de sua inauguração. Certo, mesmo, é que ele já existia no início do século XX, mais precisamente em 1901, quando foi adquirido pelo Instituto “Teixeira de Freitas” para abrigar a Faculdade Livre de Direito, instalada oficialmente no dia 31 de março de 1902.

Depois de incorporada pela Universidade Federal do Pará (UFPA), em 1957, a primeira faculdade de Direito do estado virou curso, vinculado ao que é, hoje, o Centro de Ciência Jurídica daquela academia. No início de janeiro de 1980, com a transferência do Curso de Direito para o Campus Universitário do Guamá, o casarão passou a abrigar o Departamento de Administração da UFPA, até o final de 1982, quando foi adquirido pela Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Pará. A partir de outubro de 1984, depois de restaurado, o prédio virou a sede da OAB-PA. Ao longo desses 31 anos, esta é a sexta revitalização do prédio. Com esta, alguns dos espaços internos do prédio foram alterados para ganhar mais funcionalidade e garantir mais conforto aos trabalhadores e melhorar o atendimento à categoria e representantes da sociedade civil que procuram a Ordem. Nesta, merece destaque o restauro da cor azul primária do prédio, uma descoberta feita com base em perícia técnica.

Esta última reforma foi concebida para conciliar modernidade e preservação do prédio histórico, uma obra que mantém viva a história do velho Casarão.

“Este casarão é o mais bem conservado de Belém e do estado do Pará. Nossa esperança é que esta revitalização estimule os cidadãos a preservarem a nossa história, que estimule o poder público a ajudar o cidadão a conservar nossos casarões antigos”, afirmou Jarbas Vasconcelos. E finalizou: “Esta reinauguração é uma celebração ao movimento que quer conscientizar a cidadania, para que nós conservemos o nosso patrimônio arquitetônico, artístico e cultural. Por isso, celebramos o casarão com este concerto belíssimo”.

Fonte: OAB - Subseção de Santarém

Nenhum comentário:

Postar um comentário