Advisibrasil

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Membros do Sistema OAB despedem-se do advogado Jakson Silva


A emoção tomou conta de todos os familiares, membros do Sistema OAB no Pará e cidadãos presentes ao velório do presidente da subseção da OAB em Parauapebas, o advogado Jakson Silva, que foi assassinado no último sábado, na cidade de Manaus, estado do Amazonas. O corpo foi velado no estacionamento da sede da subseccional da Ordem em Parauapebas, cuja inauguração ocorreu em novembro do ano passado.Velorio-Jackson 3

Consternado com a perda irreparável para a instituição, o presidente da seccional paraense, Jarbas Vasconcelos, compareceu ao velório acompanhado pelo vice-presidente, Alberto Campos, o secretário geral, Jader Kahwage, o diretor tesoureiro, Eduardo Imbiriba, o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Pará, Oswaldo Coelho, pelo presidente da Comissão de Defesa de Direitos e Prerrogativas, Antônio Barra Brito, o vice-presidente da referida comissão, Rodrigo Godinho, e os conselheiros seccionais Robério d'Oliveira e Dennis Serruya.


Dezenas de presidentes subseccionais da OAB também estiveram presentes na cerimônia: o presidente da subseção de Santarém, Ubirajara Bentes Filho, o presidente da subseção de Marabá, Haroldo Gaia, o presidente da subseção de Tucuruí, Marcelo Barreto, o presidente da subseção de Redenção, Carlos Eduardo Teixeira, e a presidente da subseção de Rondon do Pará, Adriana Lopes.



Homenagens

Para a advogada Irenildes Soares Barata, primeira mulher advogada a atuar em Parauapebas, o felecimento deve encorajar a todos a não desistir dos sonhos. "Jakson lutou até o final de seus dias pelos sonhos dele e a OAB sempre fez parte dos sonhos dele. Nós precisamos dar continuidade ao sonho que ele sonhava: o de uma sociedade mais justa e digna para todos."

Ao agradecer pela presença de todos os presentes, o vice-presidente da subseção de Parauapebas, Deivid Benasor da Silva Barbosa disse que Jakson era bem quisto por todos e essa é uma perda irreparável. Ele se comprometeu em não deixar a "peteca cair". "A OAB e a sociedade civil organizada estão de luto. E sempre que falamos em OAB lembramos do Jakson e é em nome dele que daremos continuidade ao trabalho que ele iniciou."

“Jakson esteve junto com a gente desde o início da formação do nosso grupo ‘OAB de todos’. E sempre foi um dos presidentes que mais nos cobrava melhorias para a advocacia na região.”, afirmou Alberto Campos, vice-presidente da OAB-PA.

“Ele sempre nos cobrou que déssemos continuidade ao sonho dele e um deles era trazer um curso de especialização para Parauapebas. E esse sonho será realizado em parceria com a Faculdade Maurício de Nassau, que trará pra cá uma especialização no primeiro semestre.”, informou Alberto.

Ele também lamentou que no Pará se mate mais do que no países em guerra e assumiu o compromisso de cobrar justiça deste e de outros casos de assassinato de advogados. “Não vamos descansar enquanto todos não estiverem cumprindo pena. E continuaremos lutando pelo estado de direito, que sempre foi a sua luta.”

“No Pará existem hoje mais de 14 mil advogados. E a nossa maior luta é pela vida, nossa maior prerrogativa.”, disse o presidente da subseção da Ordem de Marabá, Haroldo Gaia. “Essa era a luta do Jakson, que morreu batalhando para garantir dignidade aos cidadãos. Essa é a luta de todos nós. Por isso, impunhemos essa bandeira e digamos não à violência. A segurança pública precisa ser levada a sério no nosso estado.” 

Enterro 1Emoção

A população de Parauapebas participou intensamente das últimas homenagens ao advogado Jakson Silva. Após o velório, um cortejo partiu da sede da subseção às 10h30 da manhã de hoje. Centenas de pessoas acompanharam o cortejo em carreata pelas ruas da cidade. Uma bandeira da Ordem foi hasteada no veículo que transportava o corpo do advogado. Jakson Silva foi sepultado no cemitério público de Parauapebas.

Fonte: OAB/PARÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário