Advisibrasil

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

OAB Amazonas organiza a Semana de Valorização do Jovem Advogado

Brasília – Conforme solicitado pelo presidente da OAB Nacional, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, todas as seccionais da Ordem devem organizar ações em seus âmbitos de atuação para promoverem a Semana de Valorização do Jovem Advogado, que vai de 9 a 13 de fevereiro de 2015.

Uma das seccionais que vem desenvolvendo sua programação é a OAB Amazonas, onde Marcus Vinicius esteve nesta semana. Na reunião realizada em Manaus (AM), participaram os presidentes da seccional amazonense, Alberto Simonetti Cabral Neto, e da Comissão do Advogado Iniciante da OAB-AM, Diego D’ávilla Cavalcante.

Leia também:
Marcus Vinicius entende que é fundamental valorizar o advogado em início de carreira. “Fortalecer a advocacia desde as suas bases é uma das missões institucionais da Ordem, seja em âmbito nacional ou local. É imprescindível um olhar diferenciado sobre os profissionais recém ingressados no mercado”, apontou o presidente da OAB Nacional.

Simonetti agradeceu a visita de Marcus Vinicius e destacou a importância do encontro. “Tivemos a oportunidade de traçar, em conjunto com o Conselho Federal, as metas de tudo o que será realizado aqui no Amazonas para a Semana de Valorização. Haverá um seminário para tratar sobre inclusão da advocacia jovem no Simples, cursos de administração de escritórios, inclusão digital e faremos a apresentação dos convênios com a Caixa Econômica e com a Cooperativa de Crédito do Advogado”, apontou o presidente da OAB-AM.

Ele também apontou que a advocacia amazonense é majoritariamente composta por jovens, recém-formados e iniciantes no mercado de trabalho. “Por isso a Ordem deve trazer para junto de si esse advogado. Creio que será um trabalho permanente de ações visando valorização e melhorias”, apontou Simonetti, que garantiu que, mesmo distante, os jovens advogados da OAB-AM representarão a seccional no I Encontro Nacional dos Jovens Advogados, que acontecerá em 19 e 20 de março, em Porto Seguro (BA).

Fonte: OAB/Conselho Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário