Advisibrasil

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Prerrogativas - CFOAB realiza ato de desagravo contra a violência aos advogados paraenses


O ato acontecerá na terça-feira, dia 3 de fevereiro, às 10h, durante a primeira sessão do Conselho Nacional da OAB, e que reunirá todos os presidentes seccionais da Ordem, incluindo o presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos. “Iremos abrir o ano jurídico da advocacia com um ato de desagravo contra a violência aos advogados paraenses, homenageando a memória dos colegas que tombaram. Na ocasião, assinaremos a petição para a OEA reclamando contra o Estado brasileiro, por negligência quanto à proteção do profissional garantidor do Estado de Direito.”, afirmou Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente da OAB Nacional.

A decisão do presidente da OAB é uma manifestação em repúdio à morte do advogado Jakson Souza e Silva, 45 anos, ocorrida em Manaus no último sábado (24) - mais um assassinato de um advogado paraense, que teria sido vítima de crime de encomenda.

Além do Conselho Federal, hoje várias homenagens estão sendo prestadas ao advogado. Na capital paraense, uma faixa preta foi colocada na lateral do prédio sede da instituição com os dizeres "Até quando os advogados serão assassinados por pistoleiros no Pará?". O mesmo está acontecendo em todas as subseções da Ordem espalhadas pelo Pará. Os advogados que militam no interior do estado devem realizar uma caminhada pelas ruas da cidade, no final da tarde de hoje, para protestar contra a onda de violência no estado que já vitimou dez advogados nos últimos quatro anos. As subseções também encaminharão ofício ao governo do estado pedindo o empenho na apuração do caso.


Homenagem

Hoje pela manhã, os advogados, que participaram da inauguração do Lounge da Cidadania, no Fórum Cível da capital. Com fitas pretas no braço em sinal de luto, eles fizeram um minuto de silêncio em memória do advogado Jakson.Prerrogativas - CFOAB -de desagravo-contra a violência-advogados-paraenses

SEGUP

Na tarde de hoje, às 16h, na sede da OAB, o presidente da OAB, Jarbas Vasconcelos e alguns advogados integrantes da diretoria da instituição, reunirão com o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen. O encontro foi marcado antes do assassinato, mas em pauta deverá constar a morte de Jakson Souza e Silva.

Sepultamento

Amanhã (27), uma equipe de advogados, diretores, conselheiros e membros de comissões da seccional paraense, embarcam para Parauapebas, onde acompanharão, às 10h, o sepultamento do advogado em um cemitério público daquele município.

Crime

O assassinato ocorreu por volta das 23h40 de sábado na Rua 15 de Outubro. De acordo com a Polícia Civil local, a autoria do crime é desconhecida. No entanto, testemunhas afirmaram que a vítima foi abordada por dois homens em uma motocicleta, enquanto andava em via pública. Um deles efetuou o disparo, que atingiu o abdômen de Jakson Silva. O advogado chegou a ser socorrido por populares e levado ao SPA Alvorada, mas não resistiu aos ferimentos. Ainda segundo a polícia, com a vítima, teriam sido encontrados R$ 1.900 em espécie, um notebook e um smartphone.

Fonte: OAB/PARÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário